Saiba quais obras literárias serão adaptadas para o cinema em 2018/19

O que sai da Cartola essa semana é uma dobradinha de longo histórico e sucesso: livros e filmes (mas incluirá séries também).

A literatura sempre foi fonte de inspiração para o cinema, desde os seus primórdios, e essa realidade continua e pelo visto irá perdurar, pois há confirmação de adaptações para a telinha ou telona nos próximos anos (mas vamos nos ater ao 2º semestre de 2018 e o calendário de 2019), o que é ótimo, afinal, sempre é uma emoção conferir como vai ser a encarnação de personagens queridos na literatura em outra mídia.

Não causa impacto quando percebemos que a interpretação do diretor/diretora, ator/atriz sobre a estética visual e os maneirismos dos personagens é exatamente a que tivemos durante a leitura da versão literária? Chegamos a nos permitir a ficar brevemente eufóricos: “Uau! Eu e essa sumidade da sétima arte pensamos ou absorvermos impressões de modo semelhante”.

Adaptacoes literarias cinema 2018 19
Livros e cinema: parceria de sucesso. Crédito: Literatura e Cinema.

Porém nem tudo são flores. Há sempre o risco de uma adaptação ficar muito aquém do esperado, seja em razão de uma visão comercial demais sobre a obra, problemas durante as filmagens, prazos curtos, inexperiência do diretor ou falta de talento mesmo, e a decepção ser grande. Por isso, vale saber um pouco da trajetória dos envolvidos na produção dos longas ou séries para alimentar a expectativa correta.

E claro, se tiver sem grandes ideias de leitura, a lista pode ser uma ótima forma para se interessar por alguma obra e depois conferir o resultado na tela.

Vamos a lista.

2018 (2º semestre)

Estranha Presença

Com título de The Little Stranger, o filme está previsto para 31 de outubro nos EUA e será baseado no livro da escritora Sarah Waters, Estranha Presença.

A autora é conhecida por ambientar suas estórias em épocas bem específicas (das quais se tem concepções prévias inseridas no imaginário popular e cuja produção literária é marcada por algumas convenções de estilo, como a aristocrática Londres Vitoriana) e surpreender ao promover rupturas de gênero logo após induzir o leitor a imaginar que consome produto de teor banal.

Não será a primeira adaptação baseada em uma obra de Waters. Na Ponta dos Dedos recebeu uma versão cinematográfica do diretor sul coreano Park Chan-wook (responsável pela “trilogia da vingança”, onde se destaca o excelente OldBoy), em 2016 e foi exibido nos cinemas como A Criada (Filme que impressiona pela dose cavalar de erotismo ao retratar um romance lésbico, pois o explora em diversos níveis, seja com cenas explícitas de relação sexual, seja por vias mais sutis que abordam possibilidades sugestivas. A película tem estória, muito boa e envolvente por sinal, ótimos cenários e figurinos, retratação de época excelente e original, mas é um mosaico de técnicas de como provocar sua libido).

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

Segue a sinopse do livro Estranha Presença:

“O Dr. Faraday é chamado ao lar da família Ayres, uma outra imponente construção que sofre com a falta de recursos dos proprietários desde que a Segunda Guerra acabou. Os Ayres lutam para se adaptar à sociedade que se reestrutura, e procuram vencer suas limitações. Mas seriam eles assombrados por algo mais sinistro do que seus anseios, do que seu ultrapassado modo de vida? O médico não poderia imaginar o que o aguardava dentro das fachadas georgianas e como esse encontro mudará para sempre sua maneira de ver o mundo”.

O elenco do filme conta com a presença de:

  • Domhnall Gleeson (Star Wars: Os Últimos Jedi);
  • Will Poulter (Maze Runner: A Cura Mortal);
  • Charlotte Rampling (O Sentido Do Fim);
  • Ruth Wilson (O Último Capítulo);
  • Anna Madeley (Na Companhia de Estranhos).

A direção fica por conta de Lenny Abrahamson (O Quarto de Jack)

Máquinas Infernais

Atenção: esse livro de Philip Reeve que tem a sua adaptação para o cinema confirmada para 13 de dezembro não é um livro fechado e nem se trata do primeiro da série. Máquinas Infernais é o terceiro livro da saga que iniciou com Engenhos Mortíferos e O Ouro do Predador.

O enredo centra-se em um futuro pós-apocalíptico milhares de anos após uma grande catástrofe nuclear que praticamente destruiu o planeta em 60 minutos. Os poucos sobreviventes são obrigados a suportarem a difícil existência em monstruosas cidades móveis, que para se manterem operantes precisam dilapidar cidades parecidas, porém menores.

Não li o livro, não sei se é uma bobagem estilo Transformes, mas por contar com a produção do pai da saga do anel nas telonas, Peter Jackson, e pelo trailer ter me convencido que pode ser uma boa opção quando estiver a fim de ver algo barulhento e relaxante (Hmm… percebo um paradoxo), cultivo uma boa expectativa.

Segue a sinopse do TERCEIRO LIVRO na qual o filme vai se basear diretamente:

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

Tom e Hester vivem felizes na cidade estática de Anchorage, cujas engrenagens enferrujadas já não funcionam há muitos e muitos anos. Sua filha Wren, ao contrário, deseja desesperadamente fugir dali, e um charmoso pirata submarino parece pronto a ajudá-la. Em troca, ele pede a Wren que roube um artefato misterioso, escondido na biblioteca da cidade, o que acaba arrastando a garota para um mundo que ela nem sequer imaginava que poderia existir. Mal sabem eles que este objeto roubado pode gerar um conflito de proporções inimagináveis, capaz de dividir o mundo ao meio”.

Elenco confirmado do filme:

  • Hera Hilmar (Amor em Tempos de Guerra);
  • Robert Sheehan (Tempestade: Planeta em Fúria);
  • Jihae (da série Mars);
  • Ronan Raftery (Animais Fantásticos e Onde Habitam);
  • Stephen Lang (O Homem nas Trevas);
  • Hugo Weaving (Até o Último Homem).

O homem encarregado para organizar essa turma na tela é o Christian Rivers (Minutes Past Midnight).

Objetos Cortantes

O livro da escritora Gillian Flynn, que se tornou bem popular em Hollywood depois das adaptações bem sucedidas de outras obras suas, como Lugares Escuros e principalmente Garota Exemplar, Objetos Cortantes ganhará uma versão no formato de minissérie, 8 episódios, produzida pela HBO.

Confira a sinopse:

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

Recém-saída de um hospital psiquiátrico, onde foi internada para tratar a tendência à automutilação que deixou seu corpo todo marcado, a repórter de um jornal sem prestígio em Chicago, Camille Preaker, tem um novo desafio pela frente. Frank Curry, o editor-chefe da publicação, pede que ela retorne à cidade onde nasceu para cobrir o caso de uma menina assassinada e outra misteriosamente desaparecida.

Desde que deixou a pequena Wind Gap, no Missouri, oito anos antes, Camille quase não falou com a mãe neurótica, o padrasto e a meia-irmã, praticamente uma desconhecida. Mas, sem recursos para se hospedar na cidade, é obrigada a ficar na casa da família e lidar com todas as reminiscências de seu passado.

Entrevistando velhos conhecidos e recém-chegados a fim de aprofundar as investigações e elaborar sua matéria, a jornalista relembra a infância e a adolescência conturbadas e aos poucos desvenda os segredos de sua família, quase tão macabros quanto as cicatrizes sob suas roupas”.

A minissérie será estrelada pela injustiçada Amy Adams que a academia teve a pachorra de nem sequer indicar ao Oscar após sua atuação no filme A Chegada.

Jean-Marc Vallée será responsável pela direção. Seus trabalhos de destaque foram Clube de Compras Dallas e Big Little Lies, série que levou oito prêmios Emmy.

A data confirmada de estreia é 8 julho de 2018.

O Paciente – O Caso Tancredo Neves

E a história do suplício que inquietou toda uma nação do primeiro presidente eleito democraticamente no Brasil, após a insânia de 21 anos de chumbo, virou livro e vai ganhar os cinemas em 20 de setembro deste ano.

Baseado na obra de Luís Mir, o longa vai reconstituir os dias infernais em que Tancredo disputava a presidência e lutava para escapar das agruras da enfermidade que viria a ocasionar o seu óbito, acelerado, afirma-se, por equívocos da junta médica.

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

Othon Bastos (Deus e o Diabo na Terra do Sol) encarna o protagonista do enredo trágico e Esther Góes (Eternamente Pagu) interpreta a esposa de Tancredo, Dona Risoleta. Ambos serão acompanhados pelas atuações de:

  • Emiliano Queiroz;
  • Paulo Betti;
  • Otávio Muller;
  • Eucir de Souza;
  • Leonardo Medeiros;
  • Leonardo Franco

A direção ficará a cargo de Sérgio Rezende (O Homem da Capa preta).

A Amiga Genial

Sim, alguém segura essas mulheres! Sem dúvida o momento é delas (eu não reclamo) e a escritora Elena Ferrante consegue roubar as atenções, não só pela qualidade de suas obras, que esbanjam conhecimentos sobre obras gregas e latinas e versam sobre temas como maternidade, casamento e infância, mas por sua escolha incomum de se manter uma autora de sucesso, e bota sucesso nisso, anônima.

Elena Ferrante é pseudônimo de uma pessoa desconhecida, ninguém sabe de sua origem. Há várias especulações sobre a sua identidade, inclusive apontam que talvez o nome oculte os talentos do escritor italiano Domenico Starnone (ele nega).

O que se sabe é que muito provavelmente Ferrante mora ou tenha nascido em Nápoles, já que a tetralogia “Série Napolitana”, onde o livro a ser adaptado em série, Amiga Genial, se situa em sua bibliografia, se passa nesse ambiente, que é muito bem detalhado.

Vamos a sinopse:

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

“A Série Napolitana, formada por quatro romances, conta a história de duas amigas ao longo de suas vidas. O primeiro, ‘A Amiga Genial’, é narrado pela personagem Elena Greco e cobre da infância aos 16 anos. As meninas se conhecem em uma vizinhança pobre de Nápoles, na década de 1950. Elena, a menina mais inteligente da turma, tem sua vida transformada quando a família do sapateiro Cerullo chega ao bairro e Raffaella, uma criança magra, mal comportada e selvagem, se torna o centro das atenções. Essa menina, tão diferente de Elena, exerce uma atração irresistível sobre ela”.

“As duas se unem, competem, brigam, fazem planos. Em um bairro marcado pela violência, pelos gritos e agressões dos adultos e pelo o medo constante, as meninas sonham com um futuro melhor. Ir embora, conhecer o mundo, escrever livros. Os estudos parecem a melhor opção para que as duas não terminem como suas mães entristecidas pela pobreza, cansadas, cheias de filhos. No entanto, quando as duas terminam a quinta série, a família Greco decide apoiar os estudos de Elena, enquanto os Cerrulo não investem na educação de Raffaella”.

“As duas seguem caminhos diferentes. Elena se dedica à escola e Raffaella se une ao irmão Rino para convencer seu pai a modernizar sua loja. Com a chegada da adolescência, as duas começam a chamar a atenção dos rapazes da vizinhança. Outras preocupações tornam-se parte da rotina: ser reconhecida pela beleza, conseguir um namorado, manter-se virgem até encontrar um bom candidato a marido”.

“Mais que um romance sobre a intensidade e complexa dinâmica da amizade feminina, Ferrante aborda as mudanças na Itália no pós-guerra e as transformações pelas quais as vidas das mulheres passaram durante a segunda metade do século XX. Sua prosa clara e fluída evoca o sentimento de descoberta que povoa a infância e cria uma tensão que captura o leitor”.

A série vai ser produzida pela HBO (Guerra dos Tronos vai acabar [um dia], a concorrência está forte, sim, o canal está investindo) em parceria com a rede pública de televisão italiana Rai. O nome que deverá ganhar o mundo é  My Brilliant Friend e terá, estima-se, 4 temporadas, uma para cada livro.

O cast tem confirmado os nomes de Elisa Gel Genio e Ludovica Nasti, fase criança, e Margherita Mazzucco e Gaia Girace para interpretar as protagonistas Elena Grego, “Lenu”, e Raffaella Cerullo, “Lila”, na fase adolescente.

Saverio Costanzo dirige e coassina o roteiro, que terá contribuição da misteriosa Elena Ferrante. A previsão de lançamento foi estimada entre dezembro de 2018 e março de 2019.

2019

Morte no Nilo

A dama do crime voltará ter mais uma obra sua adaptada para o cinema, com previsão de estreia para 08 de novembro de 2019. Era o que se esperava depois do sucesso de bilheteria da última versão cinematográfica de Assassinato no Expresso Oriente, tido como obra prima da dona Agatha, arrecadou algo em torno de US$ 349,6 milhões, e o final do filme deu a entender a possibilidade de uma continuação.

A estória de Morte no Nilo será tratada como uma continuação direta e contará com o mesmo roteirista, Michael Green, e com o mesmo ator que interpretou o protagonista Hercule Poirot na adaptação mais recente, Kenneth Branagh.

 Disponível na Amazon. Clique na imagem.

Segue a sinopse do livro Morte no Nilo:

“Bela, rica e inteligente, a jovem herdeira Linnet Ridgeway parece conseguir tudo o que quer. No entanto, quando rouba o noivo de sua melhor amiga e se casa com ele sem pensar duas vezes, talvez Linnet esteja indo longe demais…

Em sua viagem de lua de mel num cruzeiro pelo rio Nilo, no Egito, o casal apaixonado se depara com uma série de antagonistas interessados em sua fortuna e em provocar sua infelicidade. Então Linnet é encontrada morta, com um tiro na cabeça. O detetive Hercule Poirot, que por acaso também estava no navio, entra em ação para tentar montar mais esse quebra-cabeça”.

O Motivo (Mundo em Caos)

No Brasil, o primeiro volume da trilogia da série Mundo em Caos foi publicado como O Motivo. Espero que o enredo dê um bom motivo para justificar a tradução, porque Mundo em Caos tem bem mais apelo, não à toa que está previsto que nos cinemas brasileiros seja exibido com esse nome.

A produção do longa que terá a presença dos populares Tom Holland (Peter Parker/Homem Aranha de Volta ao Lar) e Daisy Ridley (Rey/ Star Wars: Os últimos Jedi) como dupla protagonista passará por uma série de refilmagens na virada do ano, o que pode prejudicar o lançamento previsto para março de 2019, mas, até o momento, está mantido para o ano que vem.

Quem vai dirigir os dois astros da Disney é o cineasta Doug Liman que no currículo traz obras como Identidade Boune (Bom filme) e No Limite do Amanhã.

Veja a sinopse do livro:

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

“Todd Hewitt é um garoto de doze o último menino de Prentisstown uma cidade de homens Ele vive em um mundo cheio de ‘ruído’ em que os pensamentos privados de todo homem e animal são audíveis. Em um mês ele estará com treze anos e será um homem. Mas a cidade está mantendo segredos para ele segredos que vão forçá-lo a fugir do prefeito e dos homens de Prentisstown junto com seu cachorro e a primeira garota que ele já conheceu. A cada pagina o leitor ficará cada vez mais ligado a Todd e Viola com sua historia de amizade e sentirá afeição genuína por Manchee cão e ajudante de Todd cujo comportamento é hilário e comovente. Na sua essência é uma historia sobre um garoto forçado a crescer rapidamente em um mundo de ruínas em loucura e armado apenas com sua convicção de fazer a coisa certa para ajudá-lo a sobreviver. O livro é dirigido a jovens adolescentes recomendado aos leitores a partir de 13 anos mas também com apelo muito forte para adultos”.

A Passagem

E trilogia está na moda faz algum tempo, porque é do interesse das produtoras de séries e filmes investirem em estórias longas, que rendam bastantes temporadas e continuações, pois é o modelo mágico encontrado para garantir estabilidade lucrativa nos balancetes econômicos de fim de ano.

A bola da vez que vai virar série, e não, não é a HBO dessa vez, mas pelo canal Fox, é a trilogia de The Passage, A Passagem, aqui no Brasil, de Justin Cronin.

A série está prevista para estrear no primeiro semestre de 2019. O elenco será composto por:

  • Mark-Paul Gosselaar (Pitch);
  • Vincent Piazza (Broardwalk Empire);
  • Brianne Howey (The Exorcist);
  • Emmanuelle Chriqui (Entourage);
  • Saniyya Sidney (American Horror Story: Roanoke);
  • Jamie Mcshane (Bloodline);
  • Caroline Chikezie (The Shannara Chronicles).

Abaixo sinopse do livro A Passagem:

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

“Primeiro, o imprevisível: a quebra de segurança em uma instalação secreta do governo norte-americano põe à solta um grupo de condenados à morte usados em um experimento militar. Infectados com um vírus modificado em laboratório que lhes dá incrível força, extraordinária capacidade de regeneração e hipersensibilidade à luz, tiveram os últimos vestígios de humanidade substituídos por um comportamento animalesco e uma insaciável sede de sangue”.

“Depois, o inimaginável: ao escurecer, o caos e a carnificina se instalam, e o nascer do dia seguinte revela um país – talvez um planeta – que nunca mais será o mesmo. A cada noite a população humana se reduz e cresce o número de pessoas contaminadas pelo vírus assustador. Tudo o que resta aos poucos sobreviventes é uma longa luta em uma paisagem marcada pelo medo da escuridão, da morte e de algo ainda pior”.

“Enquanto a humanidade se torna presa do predador criado por ela mesma, o agente Brad Wolgast, do FBI, tenta proteger Amy, uma órfã de 6 anos e a única criança usada no malfadado experimento que deu início ao apocalipse. Mas, para Amy, esse é apenas o começo de uma longa jornada – através de décadas e milhares de quilômetros – até o lugar e o tempo em que deverá pôr fim ao que jamais deveria ter começado”.

“A passagem é um suspense implacável, uma alegoria da luta humana diante de uma catástrofe sem precedentes. Da destruição da sociedade que conhecemos aos esforços de reconstruí-la na nova ordem que se instaura, do confronto entre o bem e o mal ao questionamento interno de cada personagem, pessoas comuns são levadas a feitos extraordinários, enfrentando seus maiores medos em um mundo que recende a morte”.

Roswell High

Se trilogia tem sido um dos critérios de favorecimento na escolha de algumas obras do que outras para fazer adaptações, e uma série com 10 livros?! É o caso de Roswell High, de Melinda Metz. É uma série de livros relativamente antiga, surgiu nos anos 90 e já teve uma adaptação para TV com três temporadas (1999-2002).

E foi anunciado recentemente o reebot que marcará presença no canal The CW previsto para o primeiro semestre de 2019. Segue o elenco confirmado:

  • Jeanine Mason (Grey’s Anatomy);
  • Nathan Parsons (The originals);
  • Tyler Blackburn (Pretty Little Liars);
  • Michael Trevino (The Vampire Diaries);
  • Heather Hemmens (Hellcats);
  • Liw Cowles (BrainDead);
  • Michael Vlamis (New Girl);
  • Trevor St. John (Containment);
  • Karan oberoi (Notorious, NCIS ).

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

A série de livros ou não foi publicada no Brasil ou há muito tempo que não a reeditam, porque até para encontrar uma sinopse oficial em português é difícil, mas é gênero Young Adult que mistura o mundo adolescente de colegial com trama conspiratória de ficção científica.

São 3 alienígenas adolescentes com aparência humana que frequentam uma escola fictícia que com a ajuda de amigos terráqueos tentam escapar da mira do governo que tenta descobrir a real identidade do trio.

As Crônicas de Nárnia

E a saga de Clive Staples Lewis vai continuar a frequentar as telas do cinema com a confirmação da adaptação do quarto livro de As Crônicas de NárniaPríncipe Caspian – previsto para 2019. No entanto, essa nova adaptação não terá ligação com os filmes anteriores da franquia e será o ponto de partida de um recomeço, ou reboot.

O diretor desse novo longa, Joe Johnston (Capitão América: o Primeiro Vingador), afirmou em entrevista de que essa nova versão será mais sombria do que as antecessoras.

Confira a sinopse do livro:

Disponível na Amazon. Clique na imagem.

“Tempos difíceis abateram-se sobre a terra encantada de Nárnia. Os dias de paz e liberdade, em que os animais, anões, árvores e flores viviam em absoluta paz e harmonia, estavam terminados. A guerra civil dividia o reino, e a destruição final estava próxima. O príncipe Cáspian, herdeiro legítimo do trono, decide trazer de volta o glorioso passado de Nárnia. Soprando sua tromba mágica, ele convoca Pedro, Suzana, Edmundo e Lúcia para ajudá-lo em sua difícil tarefa”.

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s