Livros indicados pelos presidenciáveis

 

O que sai essa semana da Cartola é uma breve lista de livros indicados pelos presidenciáveis.

Como se trata das eleições mais incertas e disputadas desde 1989, e para não tornar esse texto desnecessariamente gigante, o critério para formar a lista foi o de selecionar os 5 primeiros colocados da corrida presidencial, segundo os principais institutos de pesquisa do país.

Em época eleitoral exige-se sempre um esforço maior do que simplesmente assistir os debates ou o horário eleitoral para conseguir romper a persona pública elaborada por anos de experiência de malandragem política e pelos marqueteiros regiamente pagos, para conseguir enxergar, mesmo que por breves instantes, a realidade de fato, o que realmente pensa o candidato, quais os seus valores, sua formação, o quanto está preparado para liderar uma nação tão complexa como o Brasil.

Uma das formas é procurar por conteúdos menos rasos do que os oferecidos pela mídia, entrevistas de maior duração para públicos específicos, leitura de programas de governo (quando há), leituras de livros, seja da autoria do candidato, sobre o próprio ou por ele indicado.

Para quem estiver interessado em se aprofundar sobre o modo de ser ou agir de determinado político ou estiver a procura de inspiração de leituras, segue a lista de livros indicados pelos principais candidatos a presidência da república.

 

Jair Bolsonaro (PSL) – Número eleitoral: 17

Bolsonaro gesto arma criança
O polêmico candidato Jair Bolsonaro ensinando gesto de arma para uma criança. Durante ato eleitoral. Crédito: Mais Goiás.

O atual líder da disputa ao cargo máximo do Executivo do País, Jair Messias Bolsonaro, gravou vídeo sendo presenteado e recomendando a leitura de:

O Infiltrado

Autor: José Eugênio Alberto Mello.

Editora: independente.

Páginas: 149.

Sinopse:

Capa O Infiltrado
Capa da publicação independente de O Infiltrado, de José Eugênio Alberto Mello.

O livro narra a história, propagada como verídica, de um soldado das Forças Armadas Brasileira, na época da ditadura iniciada em 1964, que se infiltrou na Guerrilha do Araguaia, movimento de bando armado, liderado, principalmente, por militantes do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), entre os anos de 1972 e 1975, de oposição ao regime autoritário implantado no país. Localizava-se na divisa entre os estados de Tocantins e Pará.

Após a guerrilha composta por pouco mais de centena de integrantes, entre eles estudantes, universitários, operários, profissionais liberais e camponeses, mal equipados e providos de parcos mantimentos, ser cercada por 5 mil militares em uma das operações de ofensiva do Exército Brasileiro, foi massacrada, dilacerada, exterminada impiedosamente. O soldado infiltrado, antes dessa operação terminal, foi capturado pelos militares e, para manter sua identidade de espião, decide não revelar sua verdadeira origem e se submeter a sessões de tortura. O livro ainda narra a tentativa do infiltrado de retirar do local do grupo clandestino uma guerrilheira pela qual se apaixonou e que estava disposta a abandonar o grupo por ele.

A Verdade Sufocada

Em mais de uma ocasião, como na última entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura, o candidato do Partido Social Liberal (PSL) citou o livro do único brasileiro declarado pela Justiça como torturador na ditadura, Carlos Brilhante Ustra (1932-2015), chefe do Centro de Operações de Defesa Interna (Doi-Codi) de São Paulo (local, conforme apurações, de sessões de torturas e assassinatos onde Ustra protagonizou ações como o de espancar uma mulher grávida e submeter os filhos de uma prisioneira a assistirem a tortura da mãe), como referência de obra sobre o período ditatorial.

Autor: Carlos Brilhante Ustra.

Editora: Ser.

Páginas: 708.

Sinopse:

Capa verdade sufocada
Capa de Verdade Sufocada. Editora Ser.

“Comandei o DOI/CODI/II Exército, de 29/09/1970 a 23/01/1974, período em que as organizações terroristas atuaram com maior intensidade. Neste livro conto como os Órgãos de Segurança as derrotaram. Na luta armada, lamentavelmente, tivemos cerca de 500 vítimas, de ambos os lados, um número bastante reduzido se o compararmos com os demais países da América Latina que, também, enfrentaram o terrorismo. Além dos relatos, procuro desfazer mitos, farsas e mentiras divulgadas para manipular a opinião pública e para desacreditar e desmoralizar aqueles que as venceram.” – Carlos Alberto Ustra.

Ciro Gomes (PDT) – Número eleitoral: 12

Ciro Gomes livros
O presidenciável Ciro Gomes.

Ciro Ferreira Gomes é o candidato do Partido Democrático Brasileiro (PDT), aparece em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, tecnicamente empatado com Fernando Haddad (PT). Tem longa estrada na política e é formado em Direito, com especialização na prestigiosa Universidade de Harvard.

Os autores e livros frequentemente citados por Ciro em palestras e entrevistas são:

O Príncipe

Autor: Nicolau Maquiavel.

Editora: Penguin Clássicos.

Páginas: 168.

Sinopse:

Capa O Príncipe
Capa da edição da Penguin Clássicos de O Príncipe, de Nicolau Maquiavel.

“Àqueles que chegam desavisados ao texto límpido e elegante de Nicolau Maquiavel pode parecer que o autor escreveu, na Florença do século XVI, um manual abstrato para a conduta de um mandatário. Entretanto, esta obra clássica da filosofia moderna, fundadora da ciência política, é fruto da época em que foi concebida”.

“Em 1513, depois da dissolução do governo republicano de Florença e do retorno da família Médici ao poder, Maquiavel é preso, acusado de conspiração. Perdoado pelo papa Leão X, ele se exila e passa a escrever suas grandes obras. ‘O príncipe’, publicado postumamente, em 1532, é uma esplêndida meditação sobre a conduta do governante e sobre o funcionamento do Estado, produzida num momento da história ocidental em que o direito ao poder já não depende apenas da hereditariedade e dos laços de sangue”.

“Mais que um tratado sobre as condições concretas do jogo político, ‘O príncipe’ é um estudo sobre as oportunidades oferecidas pela fortuna, sobre as virtudes e os vícios intrínsecos ao comportamento dos governantes, com sugestões sobre moralidade, ética e organização urbana que, apesar da inspiração histórica, permanecem espantosamente atuais”.

Espírito das Leis

Autor: Montesquieu.

Editora: Martin Claret.

Páginas: 733.

Sinopse:

Capa Do Espírito das Leis
Capa da obra de Montesquieu, Do Espírito das Leis, editora Martin Claret.

“Pensador influente nas áreas da filosofia da história e do direito constitucional, Montesquieu foi também um dos maiores prosadores da língua francesa. A partir dele, os escritores franceses tornaram-se mais que literatos e passaram também a discutir os assunto públicos. Na sua obra-prima  ‘Do espírito das leis’, Montesquieu elabora conceitos sobre formas de governo e exercícios da autoridade política que se tornaram pontos doutrinários básicos da ciência política. Suas teorias exerceram profunda influência no pensamento político moderno. Elas inspiraram as ‘Declarações dos Direitos do Homem e do Cidadão’, elaborada em 1798, durante a Revolução Francesa”.

 

Fernando Haddad (PT) – Número eleitoral: 13

Fernando Haddad Livros
O candidato do Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad. Crédito: Nocaute.

O ungido do ex-presidente da república, Luís Inácio Lula da Silva, atualmente encarcerado, silenciado e inelegível por determinação da justiça, para representar o Partido dos Trabalhadores (PT) e herdar o seu capital político na eleição presidencial de 2018, Fernando Haddad, revelou seus livros prediletos em entrevista ao HuffPost Brasil, na ocasião que tentava a reeleição como prefeito de São Paulo.

Entre os livros citados aponta-se:

Poemas

Autor: Vladimir Maiakovski.

Editora: Perspectiva.

Páginas: 288.

Sinopse:

Capa Poemas
Capa de Poemas, do poeta russo Vladimir Maiakovski. Editora Perspectiva.

“Um dos principais nomes da literatura ligados à Revolução Russa, Maiakóvski representou o melhor da vanguarda libertária e experimental. O poeta cubofuturista, que chegou a ser visto com desconfiança depois que o regime brutal de Stálin o fez herói, nunca foi um homem de se conformar. Espírito irrequieto e aguerrido, para além de sua pregação revolucionária da primeira fase da revolução, encontramos um artífice talentoso da linguagem, com seus fúlgidos poemas de amor, sua rebeldia selvagem, o uso da linguagem coloquial e experiências radicais de poesia visual”.

O Processo

Autor: Franz Kafka.

Editora: Companhia Das Letras.

Página: 336.

Sinopse:

Capa O Processo
O Processo, escrito pelo tcheco Franz Kafka. Companhia Das Letras.

“A história de Josef K. atravessa os anos sem perder nada do seu vigor. Ao contrário, a banalização da violência irracional no século XX acrescentou a ela o fascínio dos romances realistas. Na sua luta para descobrir por que o acusam, por quem é acusado e que lei ampara a acusação, K. defronta permanentemente com a impossibilidade de escolher um caminho que lhe pareça sensato ou lógico, pois o processo de que é vítima segue leis próprias: as leis do arbítrio”.

Marina Silva (Rede) – Número eleitoral: 18

Marina Silva Livros
Marina Silva, da Rede Sustentabilidade. Crédito: Bahia no Ar.

Maria Osmarina da Silva Vaz de Lima, popularmente conhecida como Marina Silva, ex-senadora e ministra do meio ambiente, líder do partido Rede Sustentabilidade (REDE) pelo qual tenta pela 3º vez colocar a faixa da presidência da república no peito. Marina Silva notabilizou-se nacionalmente na campanha presidencial de 2010 quando conseguiu mais de 19 milhões de votos encabeçando a chapa do modesto Partido Verde. (PV).

Na campanha de 2010, instada pelo Listas Literárias sobre suas preferências de livros, fez as seguintes recomendações:

A Cidade de Deus

Autor: Santo Agostinho.

Editora: Vozes.

Páginas 414 páginas (vol. 1).

Sinopse:

Capa A Cidade de Deus
Capa da edição da Editora Vozes do livro A Cidade de Deus, de Santo Agostinho.

“A origem desta extraordinária obra de Santo Agostinho parece colocar-se num fato bem específico: a invasão e o saque de Roma, em 410, por Alarico, rei dos visigodos. É o que nos conta o próprio santo, no capítulo 43 da segunda parte das Retractationes, quando afirma:’Por isso, ardendo em zelo pela casa da Deus, resolvi escrever estes livros da Cidade de Deus contra suas blasfêmias ou erros’. A Cidade de Deus é uma interpretação do mundo à luz da fé cristã. Trata-se da primeira teologia e filosofia da história”.

Nomes-do-Pai

Autor: Jacques Lacan.

Editora: Zahar.

Páginas: 96.

Sinopse:

Capa Nomes do pai
Capa de Nomes-do-Pai, editora Zahar.

“A paternidade tem pouquíssima evidência natural, sendo antes um fato cultural. Segundo Lacan, é o Nome-do-Pai que cria a função do pai. Como este não é uma figura, e sim uma função, não tem Nome próprio: tem tantos nomes quantos suportes tem sua função. E qual é ela? A função religiosa por excelência: ligar significante e significado, Lei e desejo, pensamento e corpo. Em suma, unir o simbólico e o imaginário, na presença constante do real”.

Geraldo Alckmin (PSDB) – Número eleitoral: 45

geraldo Alckmin Livros
O tucano Geraldo Alckmin. Crédito: Plano News.

O paulista de Pindamonhangaba, formado em medicina, eleito governador do Estado de São Paulo em três ocasiões, o candidato a presidência com o maior tempo de TV  e rádio na propaganda eleitoral, presidenciável pela segunda vez pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho, mais conhecido como Geraldo Alckmin.

Em sua primeira tentativa a presidência, 2006, foi divulgado na imprensa que um de seus livros de cabeceira é:

Reinações de Narizinho

Autor: Monteiro Lobato.

Editora: Biblioteca Azul.

Páginas: 376.

Sinopse:

Capa Reinações de Narizinho
Edição da Biblioteca Azul de Reinações de Narizinho.

“Não à toa Monteiro Lobato admitiu que, apesar do título dedicado a Narizinho, quem reinava mesmo nas histórias era Emília. Nem mesmo o autor mais respeitado de toda a literatura infanto-juvenil brasileira conseguia dominar as peraltices da boneca de pano nas dezenas de aventuras povoadas da mais rica mitologia nacional. Conhecido como a locomotiva do comboio da saga do Pica-pau Amarelo, Reinações de Narizinho reúne as onze histórias que Lobato começou escrevendo em 1920. Surgem ali Narizinho, Pedrinho, o Visconde, Rabicó, Tia Nastácia, e, claro, Emília, que comanda todas as travessuras em um misto de realidade e fantasia, trazendo à cena personagens clássicos da literatura infantil mundial, como Cinderela, Branca de Neve, o Gato Félix, todos ilustres convidados de cada uma das festas”.

“Um clássico do faz-de-conta, na mesma medida que um Esopo ou um La Fontaine, Reinações de Narizinho ainda reina quando pensamos no projeto de uma literatura infanto-juvenil nacional. Encontram-se ali os personagens que povoam nosso imaginário há tanto tempo, reunidos integralmente em um único volume, e que nos ensinaram e continuam ensinando a aprender brincando, instigando a curiosidade que é própria da infância e despertando o gosto pela leitura e pelo conhecimento”.

Vida para Além da Morte

Alckmin declarou, em entrevista, que estava lendo este livro de Leonardo Boff, por ocasião da tragédia que vitimou um de seus filhos, em 2015.

Autor: Leonardo Boff.

Editora: Vozes.

Páginas: 206.

Sinopse:

Capa Vida para além da morte
Livro de Leonardo Boff publicado pela editora Vozes.

‘O céu é a potencialização daquilo que já na terra experimentamos. Sempre que na terra fazemos a experiência do bem, da felicidade, da amizade, da paz e do amor, já estamos vivendo, em forma precária, mas real, a realidade do céu’.

E ficamos por aqui nesta semana. Para ler em primeira mão o conteúdo publicado no Cartola Cultural, basta seguir o blog ou curtir a página oficial no Facebook.

Aproveito para convidá-lo a ler o post Livros indicados por grandes personalidades.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s